O Data Driven é um termo usado para falar de decisões ou processos orientados por dados, ou seja, informações concretas e verificadas, em vez de impressões ou intuição.

Com o avanço tecnológico, obter e analisar dados é cada vez mais importante para tomar decisões que levem a uma melhoria de resultados. As empresas que aplicarem o conceito Data Driven e mudarem suas culturas para colocá-lo em prática terão vantagem sobre as demais.

Porém, é essencial lembrar que apenas coletar dados não é suficiente – eles precisam ser filtrados, tratados e passar por análise rigorosa, por profissionais habilitados, para apontar caminhos. Além disso, os departamentos da empresa têm que entender o que as informações significam para usá-las de maneira eficaz. É como se fosse um segundo idioma que todos devem falar para alcançar objetivos comuns. Funcionários “alfabetizados em dados” usam a tecnologia da transformação digital para gerar melhores resultados de negócios. Agora, vamos conferir alguns tópicos que explicam a metodologia Data Driven?

Por que adotar a metodologia Data Driven?

  • Para ter uma compreensão holística, integrada da empresa;
  • Para tomar decisões mais assertivas e com menos riscos de serem equivocadas;
  • Compreender as dinâmicas da empresa;
  • Fazer análise SWOT, apontar pontos fortes e fracos, antecipar tendências e/ou crises, entender a capacidade produtiva do negócio, achar brechas competitivas.

Vantagens do modelo Data Driven

A gestão baseada em dados aproveita melhor os recursos financeiros, pois a análise de riscos é sólida e os dados ajudam a entender o cenário e a concorrência.

Com análises mais eficientes de cenários e tendências, pode-se pensar em um melhor planejamento estratégico empresarial  a longo prazo com mais chances de sucesso.

Permite verificar tendências de consumo, demandas da clientela e meios de expansão, gerando novas possibilidades para o negócio.

Os gestores podem tomar decisões com o apoio de números concretos, minimizando erros e permitindo repetir ações internas que tiveram resultado positivo.

Toda empresa pode ser guiada por dados?

toda industria tem a capacidade de ser guiada por dados

A metodologia Data Driven exige uma mudança de cultura interna. O feeling empresarial tem sua importância, mas não pode guiar processos decisórios. É necessário ter persistência e bom planejamento para a tomada de decisão baseada em dados.

Em quais situações uma empresa pode usar o método Data Driven?

O foco é o aumento das vendas, mas ele também pode ser útil para aprimorar processos internos e melhorar a qualidade de produtos e serviços.

De que forma uma organização Data Driven pode aumentar as vendas?

entenda melhor a respeito da organização data driven no dia a dia

A gestão de vendas é influenciada pela análise de dados, o que leva à criação de campanhas de marketing mais eficazes, personalizadas, com mais potencial para atrair, converter e reter clientes.

Estratégias de marketing mais refinadas fazem com que a organização otimize os investimentos em links patrocinados, campanhas de e-mail marketing, promoções e ações voltadas para conversão no funil de vendas.

Com o Custo de Aquisição de Clientes (CAC) reduzido, o setor de vendas pode direcionar seus esforços para leads qualificados, com maior potencial de compra.

A elaboração de produtos e serviços é mapeada pelas interações dos clientes e os dados gerados a partir disso. Assim, pode-se pensar em produtos com maior aderência no mercado e nas soluções demandadas pelos consumidores.

Como Data Driven auxilia no aprimoramento de processos internos?

Um exemplo: trocas de informações entre setores e fornecedores podem dar origem a dados que, quando bem analisados, identificam gargalos ou agilizam processos. O tempo de execução de várias tarefas também pode ser reduzido.

Qual pode ser a contribuição de Data Driven para melhorar produtos e serviços comercializados?

As empresas não precisam mais “deduzir” o que o público deseja ou espera. Produtos e serviços podem ser aprimorados para ganhar qualidade e usabilidade.

Como adotar a metodologia Data Driven?

Estes são alguns passos para a implementação da cultura Data Driven no seu negócio.

  1. Coletar dados é a base de uma boa estratégia Data Driven. Mas não adianta sair por aí obtendo dados de todas as maneiras, é preciso avaliar quais são relevantes para a empresa. As informações precisam ser muito claras, confiáveis e imparciais, e isso leva tempo. Um analista de dados pode gastar 80% do tempo “limpando” informações e somente 20% criando estratégias a partir delas.
  2. O acesso aos dados precisa ser facilitado e compartilhado entre todos que precisem.
  3. As informações têm que ser lidas de acordo com seus contextos para fazer sentido.
  4. Os relatórios fornecem resumos que ajudam a monitorar o desempenho da empresa, mas é preciso transformá-los em percepções competitivas que conduzam as decisões. O relatório comunica, a análise propõe ações.
  5. Para que a implantação da metodologia Data Driven seja bem-sucedida, os gestores precisam “abraçar a causa” e mostrar aos setores a importância de tomar decisões a partir de informações e análises. Como dito antes, a cultura Data Driven exige uma mudança de cultura interna.
  6. É necessário contar com recursos tecnológicos que ajudem na adoção do método. Computadores rápidos com softwares apropriados conseguem minerar altos volumes de dados em pouquíssimo tempo, facilitando a vida de todos os setores.
  7. As equipes precisam ser capacitadas para entender os dados gerados.
  8. Os dados devem ser tratados como ativos empresariais. Devem ser protegidos e acessíveis apenas para quem precisa deles no dia a dia. Investir na segurança deles é importante.
  9. Ao associar Data Driven aos processos de negócio, os fluxos se tornam mais inteligentes, o que garante melhoria contínua para a organização. Softwares e sistemas devem ser integrados para beneficiar todos que precisam das informações.

Conheça a GETTER Amplified Industry

De inovações tecnológicas a GETTER entende. Usando inteligência artificial para agregar valor, a GETTER captura dados que serão guardados em nuvem e analisados com técnicas avançadas de aprendizado de máquina, transformando grandes volumes de dados em análises gerenciais.

A GETTER põe à disposição de seus clientes diversos tipos de controle que aumentam a eficiência, combatem o desperdício, elevam a qualidade de vida e diminuem consideravelmente acidentes de trabalho e afastamento por lesões, tudo isso por meio de um dashboard alimentado diariamente.

A GETTER  Quality é um de nossos produtos que ajuda empresas a controlar a qualidade da produção e seus pilares contemplam produtividade, saúde e segurança.

Categorias

2 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *